Arquivo da Tag: Ideia

5ª Dica: Como Ganhar Dinheiro com Artesanato

Talvez a dúvida mais comum que recebemos seja a de como ganhar dinheiro com artesanato. Muitas pessoas conhecem as técnicas e gostariam de obter renda extra, mas não sabem por onde começar para vender cada peça.

 

Pensando nisso a Vitrine do Artesanato preparou cinco dicas que vão ajudar a tornar real o sonho de ganhar dinheiro com artesanato, e iremos disponibilizar para vocês uma a cada semana, por isso acompanhem o blog Artesania!

 

5ª Dica: Divulgue seu trabalho!

 

De nada adianta criar a peça mais bonita do mundo se ninguém ficar sabendo disso, não é mesmo? Divulgue seu trabalho nas redes sociais, avise os amigos, familiares, vizinhos e conhecidos sempre. Se você seguir estas dicas terá um trabalho qualidade e, com o tempo, as pessoas lhe procurarão sem precisar de tantas divulgações, pois seu trabalho já estará consolidado no mercado.

TAP promove a arte do bordado tradicional nos seus aviões

Fonte: Inquietaria

 

tap_capa

 

É muito bacana e interessante quando vemos empresas valorizando sua cultural local, aquela genuína, rústica, mas carregada de simbolismos e histórias.

 

A companhia aérea de Portugal TAP associou-se ao Município de Vila Verde, no distrito de Braga, para a promoção e divulgação do artesanato português típico desta região do Norte do país, o Lenço de Namorados.

 

No domingo, 14 de fevereiro, em que acontece o Dia dos Namorados (Valentine’s Day nos EUA), grande parte dos aviões da TAP foram vestidos com encostos de cabeça com um bordado especial, exclusivamente criado para a Companhia pelas bordadeiras da Cooperativa Aliança Artesanal. (Bem mais bonitos que aqueles encostos de TNT, né?)

 

A Cooperativa tem sede em Vila Verde, e foi criada em 1988, com o intuito de recuperar, reproduzir, divulgar e comercializar os Lenços de Namorados, uma tradição que remonta ao século XVIII. Abriga 5 artesãs que trabalham fulltime, e conta com cerca de 120 cooperados que realizam trabalhos pontuais para a cooperativa, desenvolvendo um trabalho de ligação à terra.

 

O Lenços de Namorados foi levado a todo o mundo nas asas da companhia, que continua a assumir-se como embaixadora dos produtos portugueses, dando uma forte contribuição para a economia local da região do Norte do país. Ao mesmo tempo promove-se Portugal como destino turístico nos países operados pela TAP.

 

Esta ação segue a linha de iniciativas semelhantes em que foram promovidos, nos aviões da Companhia, sabonetes produzidos no Grande Porto, licores da Lousã, cerejas do Fundão, artesanato dos Açores e da Madeira, chocolates de Lisboa ou porcelanas de Ílhavo, entre outros produtos de várias regiões portuguesas.

 

Moldes e Passo a Passo: Máscaras de Carnaval

Curiosidade: como surgiu as máscaras?

 

Fonte: carnaxe.com.br

 

As máscaras surgiram em 30.000 anos AC onde era fabricada e ornamentada para ser usada em celebrações, cultos e rituais de povos primitivos. No Egito Antigo, as máscaras eram usadas na crença da passagem para a vida eterna. Colocavam uma máscara na face dos mortos. Os Gregos usavam as máscaras em cerimônias religiosas. Na China, as máscaras eram usadas para afastar os maus espíritos.

 

Desde o início do século XX, as máscaras eram usadas no Teatro Oriental, máscara como parte do figurino de suas peças. Já no Teatro Ocidental, as máscaras traduziam as expressões de alegria e de tristeza, representando os sentimentos do personagem de um rei, de um guerreiro. Na Itália eram usadas pelos “bobos da corte”, artistas do riso, transformaram-se em Arlequim, Pulcinella, Pierrot e Colombina, personagens que inspiraram o Carnaval de Veneza.

 

No século XV, os historiadores registram o “Ball Masquê”, como o primeiro baile de máscaras. No Ball Masquê o uso de máscaras era obrigatório e satisfatório devido a constantes conflitos políticos. Os cortesãos mascarados faziam brincadeiras, confiantes no anonimato, extravasando todos os seus impulsos reprimidos, libertando-os das normas sociais. Em Veneza, as máscaras tornaram-se peças decorativas, transformando-se em principal atividade econômica para a região.

 

Hoje em dia, ainda utilizamos máscaras em festas. Uma das datas em que elas aparecem é o Dia das Bruxas, Halloween, comemorado no dia 31 de outubro, principalmente nos Estados Unidos. Nesse dia, as pessoas usam máscaras e fantasias inspiradas nos filmes de terror e saem às ruas com a intenção de assustar os outros.

 

Outra festa de máscaras bastante marcante acontece em fevereiro, no Brasil. É o Carnaval, quatro dias de alegria durante os quais os foliões se fantasiam e usam máscaras para brincar e dançar. Acesse o site da Estilotex e inspire-se em algumas máscaras infantis feitas com Feltro da Estilotex pela professora Thais Padella:

 

Estx_Carnaval_PostFace